13 de setembro - Dia Mundial da Sepse

SOBRE A DOENÇA

    A sepse é um conjunto de manifestações graves em todo o organismo produzidas por uma infecção, e é popularmente conhecida como infecção generalizada ou infecção no sangue.Entretanto, ao contrário do que muitos pensam, isso não significa que a infecção esteja presente em todos os locais do organismo. Em alguns casos, a infecção pode estar localizada em apenas um órgão, mas provocar em todo o organismo uma resposta com inflamação numa tentativa de combater o agente da infecção. Essa inflamação pode comprometer o funcionamento de vários outros órgãos do paciente, e até levar a óbito.

  Atualmente, a Sepse mata maisque o câncer e lidera o número de mortes em praticamente todos os países do mundo. No Brasil, a taxa de mortalidade por sepse é de 65%, enquanto a média do mundo é entre 30% e 40%. Estima-se que anualmente 400 mil novos casos são diagnosticados e 240 mil pessoas morrem por sepse.

                                  

  Fonte: Instituto Latino Americano de Sepse

    De acordo com os dados coletados pelo Instituto Latino Americano de Sepse (ILAS), o custo diário de um paciente de Sepse nas UTIs brasileiras é de US$ 934 (aproximadamente R$ 3.800,00), com internação média de 9,5 dias. Segundo as estatísticas, 25% da ocupação dos leitos em UTI no Brasil são de pacientes acometidos por Sepse.

SINTOMAS

    Qualquer infecção pode levar à sepse. É bastante comum ter sintomas de sepse em estágio inicial. Para se caracterizar uma sepse basta apresentar uma infecção e 2 dos 4 sintomas descritos a seguir:

·        Temperatura corporal maior que 38°C ou menor que 35°C;

·        Frequência cardíaca maior que 90 batimentos por minuto;

·        Frequência respiratória maior que 20 incursões por minutos;

·        No hemograma: leucócitos acima de 12,000 ou abaixo 4000 cel/mm3.

O tratamento da Sepse não exige recursos sofisticados, se for diagnosticada precocemente. A principal medida para combater a doença é administrar antibióticos pela veia o mais rápido possível.  

PREVENÇÃO

    Hábitos de vida saudáveis,que incluem uma alimentação equilibrada e a prática de exercícios físicos, atuam na prevenção e controle de muitas doenças. Então, fique atento aos sintomas,pois a agilidade no início do tratamento é vital para a cura!