Os 10 itens mais contaminados do seu dia a dia

Você é daquelas pessoas que gosta de manter a casa livre de bactérias? Normalmente o banheiro é o local que recebe mais atenção na hora da limpeza. Porém, existem outros locais e itens de uso diário que acabamos esquecendo e acumulam sujeira e germes.

Veja a seguir quais são os itens mais contaminados do seu dia a dia:

1 - Celular

Segundo informações do The Health Site, o seu próprio telefone é o item mais sujo que você possui (mais sujo até que o assento do banheiro). 

  

Pesquisas recentes do Reino Unido mostram queos smartphones são as Placas de Petri tecnológicas para centenas de germes, em função do calor gerado e das bactérias que são transferidas das nossas mãos e rosto para o aparelho.

As dicas são limpar com álcool frequentemente, parar de levar o telefone para o banheiro, e utilizar capinhas antimicrobianas. 

2 - Interruptor

De acordo com o Glossary of Restroom Sanitation, o interruptor é o que podemos chamar de ponto de contato comum onde germes se encontram e são transmitidos.


Apagar a luz de locais públicos é uma das coisas “mais sujas” que podemos fazer. Por isso, é muito importante que a higiene de mãos seja feita corretamente.

3 - Assento do vaso sanitário

Não é novidade alguma que o vaso sanitário é o lugar ideal para o acúmulo de vírus e bactérias causadores de várias doenças.

Estatisticamente falando, há mais de 700 bactérias por centímetro quadrado na superfície do vaso sanitário – nada comparado aos mais de 3,2 milhões de bactérias existentes no vaso sanitário em si.

4 - Teclado

Num estudo britânico de 2009, 33 teclados foram escolhidos aleatoriamente para testes. Destes, 4 foram considerados um perigo para a saúde, sendo que um deles apresentou mais bactérias, em média, do que o próprio vaso sanitário.

O ideal é que o teclado seja higienizado cerca de três vezes por semana para dar adeus às bactérias e migalhas que se acumulam por ali.

5 - Controle remoto

Compartilhado pela família toda, e poucas vezes higienizado, ele é um dos principais propagadores de doenças. Um estudo conduzido pela Universidade da Virgínia, nos Estados Unidos, mostrou que 50% dos controles analisados estavam contaminados com bactérias e germes.

6 - Tábua de corte

De acordo com Maitê Muniesa, representante do Departamento de Microbiologia da Universidade de Barcelona, até 20% das infecções alimentares ocorrem dentro de casa.

Os microorganismos que frequentemente provocam esse tipo de problema são a Salmonela, a Escherichia Coli e o Campylobacter. Todos eles podem se acumular nas tábuas de cortar, que são ambientes propícios para abrigar germes.

7 - Carrinho de Supermercado

Um estudo da Universidade do Arizona descobriu que os carrinhos de supermercado possuem mais bactérias, saliva e coliformes fecais do que escadas rolantes, telefones públicos e até mesmo alguns itens de banheiros públicos.

Eles passam pelas mãos de muita gente, e com pouquíssima frequência (ou nenhuma) são higienizados.

8 - Maçaneta

As mãos são umas das partes mais sujas do corpo humano e transmitem bactérias o tempo inteiro para outros locais.

Uma maçaneta possui uma quantidade incrível de bactérias, pois além de serem tocadas por todo mundo com mãos limpas ou não, ainda passam despercebidas na hora da limpeza.


Os especialistas consideram que elas desempenham um papel importante na transmissão de vírus como o da gripe e outros que provocam doenças respiratórias.

9 - Esponja de cozinha

As micro-fissuras úmidas e difíceis de desinfetar das esponjas são lugares muito acolhedores para os germes. Quando passamos a esponja sobre uma superfície, estamos apenas transferindo todos os germes para ela, e depois colocando-os em contato com outra superfície.

"Os germes e bactérias podem ficar até duas semanas em uma esponja úmida", afirmou a pesquisadora Maitê Muniesa, representante do Departamento de Microbiologia da Universidade de Barcelona.

10 - Bandeja de praça de alimentação

Em uma pesquisa de 2010 encomendada pelo O Dia, foi verificado que a quantidade de bactérias encontradas nessas bandejas foi 100 vezes maior que o número tolerável.

Neste item também há uma questão da higiene ignorada; essas bandejas passam de mão em mão sem que haja uma correta limpeza.

    

        A VITAL possui soluções que minimizam as contaminações em todos os itens citados! Através da nanotecnologia e da engenharia de materiais podemos ajudar você a tornar o dia a dia mais limpo e seguro!

Quer saber mais? Entre em contato conosco!